Cruzeiro confirma decisão da Fifa sobre perda de seis pontos no Brasileirão

Sentença do Comitê Disciplinar da Fifa foi motivada pela dívida de 1,5 milhão de euros referente a compra do atacante Willian Bigode, em 2013.

Por O Dia

Cruzeiro vive momento de crise política

Cruzeiro vive momento de crise política – Reprodução
Rio – A Fifa decidiu punir o Cruzeiro com a perda de seis pontos no Brasileirão. O diretor de comunicação do clube mineiro, Valdir Barbosa, confirmou o ocorrido e divulgou que o clube entrará com recurso. A sentença do Comitê Disciplinar da Fifa foi motivada pela dívida de 1,5 milhão de euros referente a compra do atacante Willian Bigode, em 2013. As informações são do jornal “Hoje em Dia”.

O Comitê Disciplinar da Fifa teria decidido que o Cruzeiro tem de ser punido pela CBF com a perda de seis pontos no Brasileiro. A Raposa foi condenada pela dívida de quase 1,5 milhão de euros que possui junto ao Zorya Luhansk, da Ucrânia, por causa da contratação de Willian Bigode.

De acordo com a reportagem do “Hoje em Dia”, a Fifa confirmou o recurso enviado pelo Cruzeiro à entidade por meio de Breno Costa Ramos Tannuri, advogado do clube celeste. O documento suspende a condenação aplicada até que o recurso seja julgado.

“Fica suspensa durante a vigência do processo perante a Corte de Arbitragem do Esporte (CAS). Informaremos as partes assim que uma decisão for tomada pelo CAS a esse respeito”, diz o texto assinado por Andrea Nijssen, Secretário Adjunto do Comitê Disciplinar da Fifa.

William foi peça determinante no bicampeonato Brasileiro (2013 e 2014) da equipe mineira. O atleta, que atualmente tem 32 anos, se despediu do clube celeste para defender o Palmeiras em 2017. A negociação do “Bigode” com o time paulista envolveu quatro jogadores, entre eles o meia Robinho.

COMPARTILHE