Depois da gasolina o gás de cozinha sobe 9% nas refinarias


Brasil – Desde terça-feira (6), o gás de cozinha de 13 quilos, usado nas residências, sofreu um reajuste entre 8,5% e 9% nas refinarias. O valor que poderá (ou não) ser repassado aos consumidores não foi informado.

Em nota, o Sindigás, que representa as empresas do setor, informou que “as empresas distribuidoras associadas à entidade foram comunicadas na tarde de hoje pela Petrobras que o GLP para embalagens de até de 13 quilos ficará mais caro a partir da De acordo com o Sindigás, o reajuste entre 8,2% e 9%, vai variar de acordo com o polo de suprimento. “Pelos cálculos do Sindigás, o ajuste anunciado deixa o preço praticado pela Petrobras para as embalagens de até 13 quilos aproximadamente 29% abaixo do preço de paridade internacional. O valor do GLP empresarial está 52,4% acima do preço do GLP para embalagens até 13 quilos”, diz a nota.

COMPARTILHE