Espírito Santo poderá ter voos diretos para a América do Sul e do Norte

Vitória – O aeroporto de Vitória poderá ter voos internacionais de passageiros e de cargas, sem escalas. De acordo com o secretário de Estado de Turismo, Paulo Renato Fonseca Júnior, a novidade vai ajudar a dar um impulso turístico para o Estado, além de torná-lo mais competitivo.

O assunto foi debatido na Comissão de Turismo, presidida pela deputada Luzia Toledo (MDB)

Na semana passada, na Assembleia Legislativa aprovou o projeto de lei para reduzir a alíquota de ICMS do combustível de aviação, de 25% para 12%. Essa mudança, segundo o secretário deve impactar todos os arranjos produtivos do Estado, abrindo o Espírito Santo para o Brasil e para o mundo. “Temos uma proximidade com grandes centros do Brasil e precisamos ter atrativos para fortalecer esse potencial capixaba”, reforçou o secretário. A Lei 10.908/2018 foi sancionada pelo governador Paulo Hartung (MDB) no último dia 18.

Paulo Renato adiantou que o Estado terá voos diretos para destinos da América do Sul e América do Norte. Os locais serão divulgados pelas próprias companhias aéreas.

Regionalização

De acordo com Paulo Renato, a secretaria está atuando para reforçar a regionalização turística, a exemplo das festas regionais que acontecem no Estado. O gestor destacou a Festa do Morango, em Domingos Martins, e a Festa da Polenta, em Venda Nova do Imigrante. “As festas regionais são uma verdadeira tradição cultural e de turismo. E esse potencial precisa ser fortalecido”, registrou.

Outra ação de regionalização foi a assinatura de um convênio com a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) e o Instituto Jones dos Santos Neves para a criação de metodologia para avaliar os municípios turísticos. “Essa metodologia vai permitir que o turismo gere números. Esses dados ajudam a nortear as políticas públicas da área e a mostrar como o turismo é importante economicamente”, explicou.

O secretário destacou ainda o fortalecimento dos Conselhos Municipais de Turismo. De acordo com ele, até dezembro deste ano, 50 municípios serão atendidos com capacitação e qualificação dos conselhos.

“Nós buscamos tratar e mostrar o turismo como um grande desenvolvedor do Estado, especialmente de emprego e renda. E nosso Estado nasceu com esse dom. Assumi a secretaria em maio com o objetivo de transformar o turismo em uma pauta de governo permanente”, acrescentou o secretário. Com informações da Assembleia Legislativa do ES.

COMPARTILHE