Produção agrícola capixaba pode crescer quase 8% este ano

O município capixaba onde a agropecuária possui a maior importância econômica é Santa Maria de Jetibá: 44,24% da soma de todas as riquezas produzidas no município dependem das atividades agropecuárias. Mucurici (33,50%), Brejetuba (32,55%), Vila Valério (31,48%) e Santa Leopoldina (30,30%) vêm em seguida. A tabela completa, com os dados do PIB municipal de 2015, pode ser obtida no documento.

Estado – O Espírito Santo produzirá aproximadamente 5,5 milhões de toneladas de café em 2018. O número representa um crescimento de 7,4% em comparação ao ano passado. Os dados estão reunidos na 13ª edição do Boletim da Conjuntura Agropecuária, uma publicação online elaborada pelo Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper).

Além da previsão da produção agrícola para 2018, o documento também apresenta os dados da produção animal de 2017. As expectativas são positivas principalmente para a cafeicultura. Nos anos anteriores, a produção foi baixa, principalmente devido às condições climáticas desfavoráveis. Segundo o IBGE, a expectativa é de que sejam colhidas 12,6 milhões de sacas, entre arábica e conilon.

Para a produção animal do ano de 2017, os dados da Pesquisa Trimestral de abate de animais, leite e produção de ovos de galinha registraram crescimento da produção em todos os setores na comparação com o ano anterior. Comparando a produção dos últimos 12 meses, destaca-se o aumento de 13,9% na produção da bovinocultura de corte e 12,1% na produção de carne suína.

Boletim da Conjuntura

O objetivo deste boletim é oferecer de forma resumida e organizada as principais informações referentes à evolução da produção e dos mercados, além de disponibilizá-las, uma vez que atualmente não estão facilmente acessíveis. O conteúdo apresentado poderá auxiliar o produtor rural na tomada de decisão com relação à atividade desenvolvida, e os gestores na elaboração de políticas públicas.

O documento é estruturado de acordo com análise da conjuntura agropecuária capixaba, a partir dos levantamentos estatísticos, acompanhados de tabelas, gráficos e distribuição espacial da produção, com base nos dados discutidos e aprovados pelo Grupo de Coordenação de Estatísticas Agropecuárias – GCEA do Espírito Santo, órgão colegiado coordenado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. As informações são obtidas por intermédio das Comissões Regionais de Estatísticas Agropecuárias (Corea) e consolidadas em nível estadual pelo Grupo de Coordenação de Estatísticas Agropecuárias – GCEA/ES. É importante destacar que as informações agrícolas mensais por município obtidas são preliminares e de responsabilidade do GCEA/ES. em 2018.

COMPARTILHE