Sob olhar de Luxemburgo, Vasco é atropelado pelo Santos no Pacaembu

Interino Marcos Valadares escala mal, defesa e Sidão falham, e Cruzmaltino sai no lucro ao perder apenas por 3 a 0

Por O Dia

Santos venceu o Vasco por 3 a 0

Santos venceu o Vasco por 3 a 0 – Renato Gizzi/Parceiro/Agência O Dia
São Paulo – De um camarote no Pacaembu o técnico Vanderlei Luxemburgo não deve ter gostado do que viu e sabe que terá muito trabalho pela frente a partir desta segunda-feira. Com facilidade, o Vasco foi atropelado pelo Santos, principalmente na primeira etapa, e tomou 3 a 0, gols de Diego Pituca, Rodrygo e Soteldo. E ficou barato pelas chances criadas pelos donos da casa. O Cruzmaltino continua na lanterna do Campeonato Brasileiro, agora com apenas um ponto em quatro rodadas.
Em sua última chance de mostrar serviço, o interino Marcos Valadares mais uma vez decepcionou. Ao mudar mais uma vez o esquema e apostar no 3-4-3 mesmo improvisando Bruno Silva na zaga, deixou o Vasco ainda mais desorganizado. Com time desentrosado, zaga perdida e sem meio de campo, foi presa fácil para um Santos que sabia o que fazer. A equipe santista, que brincou na internet postando seus jogadores com rostos infantis, parecia estar jogando contra crianças.
Pikachu até salvou em cima da linha chute de Rodrygo, mas a trágica atuação de Sidão e da defesa no primeiro tempo facilitou a vida do Santos, que facilmente chegou a 2 a 0. Primeiro com Diego Pituca, após saída errada do goleiro aos 22, e depois com Rodrygo, após novo erro, desta vez de Luiz Gustavo, aos 32. Entre os dois lances, o Vasco até marcou com Máxi Lopez em sua única chance, mas o VAR anulou corretamente porque o argentino estava impedido.
E o 2×0 ficou barato. Isso porque o Santos poderia ter marcado mais. Sidão e Bruno Silva trombaram e deixaram a bola para Sánchez, mas o volante conseguiu tocar e mandar para escanteio. E o goleiro ainda saiu mal no escanteio, deixand Lucas Veríssimo cabecear na trave. Fora outras chances desperdiçadas.
Bastou mudar o esquema no intervalo, com as entradas de Bruno César e Andrey, para o Vasco melhorar no jogo e até levar perigo. Lucas Mineiro chegou a cabecear na trave, logo aos 2. Melhor organizado, o Cruzmaltino pelo menos fez frente ao Santos, que diminuiu o ritmo.
O problema do Vasco no segundo tempo foi quando o adversário voltou a jogar. Isso porque facilmente o Santos chegou à área vascaína. Soteldo e Sánchez mandaram bola na trave até que o atacante venezuelano marcou o terceiro, aos 27, aproveitando a sobra de bola da defesa. O Cruzmaltino, que até chegou perto do gol com Valdivia, perdeu-se de vez e só não levou mais porque o Santos desperdiçou inúmeras chances. No fim, Danilo Barcelos ainda foi expulso.
COMPARTILHE