Servidores públicos municipais confirmam adesão à Greve Geral desta sexta-feira

A Greve Geral contra a Reforma da Previdência proposta pelo presidente da República Jair Bolsonaro e em defesa da Educação Pública convocada pelas centrais sindicais de todo o país para ser realizada na próxima sexta-feira, 14, deverá contar com a participação dos servidores públicos municipais de Colatina/ES.
A informação é do SISPMC (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Colatina). Segundo a diretoria do sindicato, além da pauta nacional, os servidores colatinenses também vão apresentar suas reivindicações, como reajuste salarial, melhores condições de trabalho, pagamento da insalubridade, dentre outras.
As atividades da Greve Geral que pretende parar Colatina no dia 14, acontecerão a partir das 09h, na Praça do Sol Poente, e os trabalhadores e trabalhadoras estão sendo convidados a participar do movimento pelos diretores do SISPMC, Sindibancários, SINTVEST, Sindcomerciários e STR, todos de Colatina.
Os diretores dos sindicatos envolvidos acreditam que a paralisação será satisfatória e cumprirá a sua finalidade tanto nacional como local. “Nossas reivindicações são justas e serão feitas dentro da razoabilidade”, garantiu um dirigente sindical. Nas ruas as opiniões se dividem, mas a maioria ouvida é a favor do movimento.
“A greve é justa, e visa o futuro dos que vão aposentar e o de nossos filhos, cuja educação está ameaçada pelos cortes indiscriminados realizados pelo presidente. Apesar dos problemas que causam uma paralisação dessa extensão, temos que apoiar, pois é pelo bem do nosso povo”, enfatizou Maria das Dores Mercedes.
COMPARTILHE