Polícia Ambiental apreende arma de fogo, munições e carnes de animais silvestres em Pedro Canário

Na tarde de sexta-feira (09), após denúncias sobre caça ilegal, policiais militares da 3ª Companhia do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) apreenderam armas de fogo, munições e carnes de animais silvestres que seriam comercializadas. A ação foi no Distrito de Floresta do Sul, em Pedro Canário.

Os policiais foram verificar a denúncia e detiveram N.M.J.F. Na residência da mulher foram localizados armas de fogo, munições e petrechos para caça, além de carne de capivara pronta para comercialização, armazenada em um freezer.

Foram encontrados 23 armas de fogo artesanais, conhecidas como canhões; cerca de 50 munições de diferentes calibres; 11 caldas de tatu; uma espingarda calibre 32; duas lanternas, uma rede de espera, uma roupa de caçador; três recipientes contendo espoletas; três recipientes contendo pólvora; cinco recipientes contendo chumbo, além de várias sacolas contendo carne de animais silvestres, totalizando 26kg de capivara.

Segundo N., o abate dos animais estava sendo realizado há anos por seu esposo para comercialização e que não possuíam qualquer autorização para tal prática, bem como para a posse de armas de fogo. Todo o material apreendido e a mulher foram encaminhados para o plantão policial de São Mateus.

O comandante da 3ª Companhia, capitão Fabrício Pereira Rocha, ressaltou que a população não deve consumir carnes de procedência duvidosa, em especial carnes de animais silvestres, por representar risco à saúde dos cidadãos e danos permanentes ao meio ambiente.

Informações à Imprensa:

Diretoria de Comunicação Social PMES:
CORONEL CARLOS NEY DE SOUZA PIMENTA

COMPARTILHE