Diego pede concentração na Chape e mostra dedicação para voltar a ser titular

Virou a chave!

Foto: Carla Araújo/Coluna do Fla

Na última quarta (8), o Flamengo conquistou um importante objetivo da temporada. O empate por 0 a 0 com o Peñarol em Montevidéu garantiu a vaga do Rubro-Negro nas oitavas de final. Com a classificação garantida, é hora de atentar a outra meta.

No próximo domingo (12), o Mais Querido enfrenta a Chapecoense, no Maracanã. Logo, depois, jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Para o meia Diego, é importante não deixar a peteca cair.

(O jogo contra a Chape) Fica bem entre dois jogos que na teoria são importantes, mas temos que tomar cuidado. Eu mesmo já falei de sentir as conquistas durante essa nossa caminhada e com certeza esta classificação (na Libertadores) é uma delas, mas acaba hoje. Em outros momentos nós talvez perdemos um pouco a concentração no que estava por vir e isso é muito perigoso se tratando de Flamengo. Não temos tempo pra comemorar demais e nem ficar nos lamentando demais. Esse jogo nós temos que vencer, não adianta depois de um objetivo alcançado a gente achar que pode se dar ao luxo de perder pontos –, afirmou.

O Camisa 10 da Gávea é peça importante do elenco desde que chegou, em 2016. Sua qualidade o credenciou a ser titular na maior parte deste tempo, mas desde o fim de 2018 o craque tem convivido com o banco de reservas. Diego aceita a situação, mas não se conforma. Em vez de frustração, o meia encara a situação como estímulo para melhorar.

Minha vida toda foi essa de competir. Em grande parte da carreira fui titular. Quero jogar, quero ser titular, é para isso que me dedico. Vou pro jogo e quero mostrar resultado. Nós queremos jogar, está no nosso DNA esta vontade de participar. Obviamente respeitando o treinador, mas 100% satisfeito a gente fica quando joga, quando é titular. Quando não acontece, temos que encontrar uma maneira de ser importante. Vou dar sempre a vida por este clube, segui-lo independente das circunstâncias. O revezamento é inevitável, a equipe procura estar bem em todas as competições e vai precisar de todos os jogadores –, disse.

COMPARTILHE