Cabeleireiro confessa, em CPI, que jogou cachorro em Rio de Ibatiba

Um cabeleireiro confessou, na  tarde desta quinta-feira (11), na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Maus-Tratos Contra os Animais, na Assembleia Legislativa (11), que jogou um cachorro dentro de um riacho, em Ibatiba. O ato foi flagrado por câmeras do local.

O caso aconteceu no dia 22 de marco. Gildo Rodrigues de Souza Carvalho foi denunciado por moradores. Acompanhado do advogado, o cabeleireiro confirmou que arremessou o cachorro de uma altura de aproxima de 2 metros dentro de um riacho, que segundo ele, tem cerca de 20 cm de profundidade.

Gildo Carvalho declarou também ter sido atacado por vários cachorros enquanto passeava de bicicleta com o filho de dois anos, dias antes do crime. Disse ainda que não teve a intenção de ferir o animal e que estaria sendo julgado pelos moradores da cidade.

“A CPI vai encaminhar o depoimento do senhor Gildo para a promotoria de Ibatiba e para a delegacia da cidade, que estão apurando o caso. Entendemos que o denunciado, do ponto de vista técnico, assumiu os riscos de machucar e até mesmo de matar o animal, por isso em caso de aplicação de multa, vamos sugerir que o recurso seja destinado para alguma ONG, ou entidade que cuide de animais em Ibatiba”. disse a presidente da CPI, deputada Janete de Sá,

Além desse caso, a CPI vai pedir esclarecimentos ao prefeito sobre denúncia de animais envenenados no município. De acordo com o vereador Marquinhos Delega (PMN), que também é veterinário em Ibatiba, nos últimos dois dias ele recebeu denúncias de 15 cachorros envenenados na região

As denúncias de maus-tratos devem ser encaminhadas para a CPI pelo email: defesadosanimaises@gmail.com

COMPARTILHE