Terceira Ponte será fechada no domingo (9/12) para realização de simulado do Plano de Contingência

A orientação aos usuários é utilizarem como via alternativa a Segunda Ponte

Vitória – O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES) acompanhará a simulação dos planos de ação para bloqueio da Terceira Ponte, no domingo (09/12), das 7h às 9 horas. Após atualização do Plano de Contingência, que contém o gerenciamento operacional de crises na Terceira Ponte, os membros do grupo de trabalho formado pela Agência de Regulação dos Serviços Públicos do Espírito Santo (Arsp), Rodosol, Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo (CBES), Polícia Militar do Espírito Santo (PMES) e Guardas Municipais de Vitória e Vila Velha decidiram pela realização de simulado para avaliar as ações individuais de cada instituição envolvida.

A simulação será executada considerando o mais alto grau de crise previsto no plano e resultará na interdição total da Terceira Ponte. A data foi escolhida estrategicamente para possibilitar a implantação, na prática, das ações planejadas e causar o mínimo de transtorno aos usuários, já que aos domingos pela manhã o fluxo de veículos é reduzido.

No dia, serão simuladas as ações necessárias para situações de crise que serão identificadas pelo operador de tráfego da Rodosol, por meio das imagens captadas pelas câmeras do Centro de Controle Operacional, e comunicadas aos diferentes órgãos, para início do atendimento e resgate. Após identificada a ocorrência, instaurado o grau da crise e comunicadas as partes, serão iniciados os procedimentos para esvaziamento da ponte, por meio da abertura dos gates instalados ao longo da via, interdição da Praça de Pedágio em Vitória e dos acessos à ponte em Vila Velha, bem como os desvios de trânsito para as vias alternativas. Essas ações envolverão o Corpo de Bombeiros, BPTran e guardas municipais de Vitória e Vila Velha.

As opções de desvio serão as seguintes:

– Veículos sobre a ponte 

Os veículos que estiverem sobre a ponte antes da interdição serão orientados pelo BPTran e operadores de tráfego da Rodosol a prosseguir com a viagem. No momento em que o Corpo de Bombeiros determinar a interdição total dos 2 sentidos da via os veículos serão orientados a retornar pelos gates de forma a promover o esvaziamento da ponte.

– Na Praça de Pedágio 

O bloqueio da praça de pedágio será realizado pela Rodosol e contará com reforço operacional do BPTran para impedir que veículos ultrapassem as cancelas e orientar os condutores para prosseguirem pela rota alternativa na Rua Alberto Martins de Paula (em direção à Av. Américo Buaiz).

COMPARTILHE