Mais de R$ 12 milhões para especialidades no SUS no ES

Estado – O estado do Espírito Santo vai poder contar com mais R$ 12,9 milhões para reforçar o atendimento à população em serviços de média e alta complexidade, nos hospitais que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Entre as especialidades que podem ser realizadas com o recurso estão: cirurgia bariátrica, cardiologia, transplantes e oncologia. O Espírito Santo recebe hoje R$ 798,48 milhões de TETO MAC (média e alta complexidade) com incentivos. O novo valor representa um aumento de 1,6% nos recursos que são repassados pelo Ministério da Saúde, ao Estado, através dessa rubrica.

Ainda no mês de outubro, o Espírito Santo recebeu um reforço na Rede de Atenção à Urgência e Emergência do SUS. O Ministério da Saúde incorporou R$ 1,9 milhão no Teto Média e Alta Complexidade do Estado, com destinação ao Hospital São José, em Colatina; Hospital Evangélico de Vila Velha; Santa Casa de Guaçuí; Santa Casa de Cachoeiro; e Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim.

Os recursos serão transferidos em parcelas mensais do Fundo Nacional de Saúde para o Fundo Estadual de Saúde. Ao todo, desde agosto de 2018, o Espírito Santo recebeu do Ministério da Saúde o valor de R$ 22,97 milhões que vão melhorar a assistência à saúde no estado.

Investimentos

Em agosto, o Estado foi beneficiado com R$ 18,2 milhões de investimentos destinados à compra de equipamentos e insumos. O Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes (HUCAM), da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), passou a contar com R$ 3,3 milhões para aquisição de equipamentos de cardiologia e que auxiliam em cirurgias. No município de Cachoeiro do Itaperim, o Hospital Evangélico recebeu mais R$ 1.7 milhão para aquisição de equipamentos de Raio-X e cirúrgicos.

As Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Cachoeiro de Itapemirim (estadual) e de Nova Venécia (municipal) receberam, cada uma, R$ 1,7 milhão para apoio à saúde da pessoa com deficiência. As duas unidades serão habilitadas como Centro Especializado em Reabilitação (CER).

A Santa Casa de Cachoeiro do Itapemirim recebeu R$ 2,4 milhões para habilitação de leitos de UTI. Já a Santa Casa de Vitória (HSCMV), gerida pelo governo estadual, recebeu um reforço de R$ 4,3 milhões para habilitação de procedimentos em cardiologia e vascular. Para a campanha de vacinação contra pólio e sarampo, o Espírito Santo recebeu 510,7 mil doses de um investimento de R$ 2,9 milhões. Foto-A Gazeta.

COMPARTILHE