Renova reabrirá canal no rio Pequeno neste sábado (22) e ação prossegue até a próxima quarta (26)

A empresa informou ainda que 56 famílias foram retiradas da região, como medida de segurança

Linhares – Acontece neste sábado (22), a interdição da ponte sobre o Rio Pequeno, em Linhares, em ação promovida pela Fundação Renova. O esquema de tráfego será no pare e siga, como medida de segurança para reabertura do canal entre a lagoa Juparanã e o Rio Pequeno. A empresa afirma que as obras de ampliação foram concluídas e a medida será necessária para baixar o nível da lagoa, segunda ela, com as intervenções, a vazão chegará a 100 metros cúbicos por segundo.

O tráfego na ponte do rio Pequeno vai funcionar em esquema de Pare e Siga das 8h às 15h, no dia 22, e das 3h às 6h30, entre os dias 23 a 26 de setembro, com autorização do Departamento de Estradas de Rodagens (DER) e acompanhamento da Polícia Militar. Toda a ação é uma iniciativa da Fundação Renova e conta com o auxílio da Defesa Civil de Linhares e das Secretarias Municipais de Segurança e de Serviço Social.

 

Como medida de segurança, a Fundação Renova vai realocar as 56 famílias que moram a jusante da barragem, por um período mínimo de oito dias, tempo previsto para que o canal atinja a vazão máxima. As famílias vão passar o período chuvoso, que vai até março, em residências temporárias, com aluguel pago pela Fundação Renova. A previsão é que até esta sexta-feira (21) todos os moradores estejam acomodados em hotéis ou novas casas. Enquanto as pessoas estiverem fora de suas casas, uma empresa de vigilância, contratada pela Fundação, vai fazer a segurança patrimonial das residências.

Obra

O canal, além de ampliado e rebaixado, passou por obras de reforço na estrutura. Às margens esquerda e direita, do barramento até a ponte, o desemboque, e os pilares da ponte sobre o rio Pequeno também vão receber reforço de proteção com pedras graúdas para segurança dessas estruturas.

Um sistema de monitoramento do nível do rio Doce, da lagoa Juparanã e do rio Pequeno também está em implantação, conforme o Plano de Contingência que foi elaborado com a Defesa Civil e o Comitê Intersetorial da Prefeitura.

Desde a abertura do canal entre o rio Pequeno e o rio Doce, em abril de 2018, o nível da lagoa Juparanã, que ocupa uma área de 64 quilômetros quadrados, em Linhares, vem baixando gradualmente, mas ainda está acima do normal.

Como prevenção, o fundo do canal foi rebaixado em 1,20 metro e a largura foi ampliada de 6 metros para 11,20 metros a fim de aumentar a capacidade de vazão dos atuais 30 metros cúbicos para 100 metros cúbicos por segundo.

COMPARTILHE