Meio Ambiente apreende madeira ilegal no bairro Vila Isabel

O material apreendido terá dois destinos; deixado no local para que vire matéria orgânica ou encaminhado para construções públicas

Linhares – A secretaria municipal de Meio Ambiente apreendeu, no bairro Vila Isabel, o equivalente a quase 10 metros de madeira ilegal. O crime foi constatado pela equipe de fiscalização ambiental da Prefeitura após denúncias anônimas. Diante da constatação de crime ambiental, o material foi apreendido, mas deixado no local para que vire matéria orgânica e volte para o ciclo natural da natureza. A chefe de fiscalização ambiental da Prefeitura, Jamara Silva, explica que no caso de apreensão de madeira proibida o infrator não pode utilizar o material que foi retirado.

Ela destaca que o material apreendido não fica guardado em galpões, pelo contrário, a madeira tem dois destinos; é deixada no local para que vire matéria orgânica ou é encaminhada para construção de pontes, reforma de escolas ou outros locais públicos. “Nossa preocupação é dar um destino adequado a essa madeira, por isso, nada é destruído. Além das fiscalizações rotineiras, as equipes também atuam na apuração de denúncias que chegam à secretaria oriundas de cidadãos ou de instituições como o Ministério Público”, ressalta.

Jamara orienta aos moradores que na dúvida, quando for realizar o corte de alguma árvore busque entrar em contato com a Secretaria de Meio Ambiente para saber se é possível e como fazer para cortar ou podar determinada espécie, pois serão analisados todos os elementos que englobam a solicitação de alguma mudança na estrutura das árvores.
Caso o cidadão faça o corte de maneira incorreta estará sujeito a multas e outros tipos de punições previstos em lei. A solicitação de remoção ou poda de árvores em área pública pode ser solicitada por qualquer pessoa por meio do 3372-2067, que também é o canal de denúncias da secretaria municipal de Meio Ambiente.

COMPARTILHE