Espírito Santo tem gestão ambiental em todos os seus 78 municípios

Geral – Segundo a Pesquisa de Informações Básicas Municipais (MUNIC) 2017, o Espírito Santo tem o menor percentual de gestores municipais do sexo feminino do país (5,1%). Já a idade média dos gestores municipais do estado é a maior do país (52,6 anos). Havia 132.427 pessoas ocupadas na administração direta e indireta municipal em 2017 no Espírito Santo. Declararam possuir Plano Municipal de Habitação 37,2% dos municípios do estado e disseram possuir Conselho Municipal de Habitação 61,5% dos municípios.
Uma proporção de 26,9% dos municípios do estado informou não possuir estrutura responsável pela gestão de políticas na área de transporte e apenas 14,1% dos municípios do possuem Conselho Municipal de Transporte. No Espírito Santo, 98,7% dos municípios informaram possuir órgão gestor da política agropecuária e 94,9% dos municípios possuem Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural.
Apenas cinco estados brasileiros, entre eles o Espírito Santo, possuem estrutura de gestão ambiental em todos os seus municípios. No Espírito Santo, 56 municípios possuem Conselho Municipal de Meio Ambiente e 44 municípios possuem Fundo Municipal de Meio Ambiente; 59,0% dos municípios possuem legislação sobre saneamento básico; 51,3% dos municípios possuem Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos. A MUNIC 2017 apurou que os episódios de seca atingiram 74 municípios (94,9% do total dos municípios do Espírito Santo) durante o período analisado (quatro anos anteriores ao da pesquisa).
Esse foi o segundo maior percentual do país. No estado, 66,7% dos municípios sofreram enxurradas ou inundações bruscas no período de 2013 a 2016, segundo maior percentual do país. Os dados são da Pesquisa de Informações Básicas Municipais (MUNIC) 2017 que, pela primeira vez, traz informações sobre a gestão da política agropecuária nos municípios brasileiros. A MUNIC 2017 traz ainda informações sobre a gestão e a estrutura dos municípios, relacionadas aos temas perfil do gestor, recursos humanos, habitação, transporte, meio ambiente e gestão de risco e resposta a desastres naturais. A pesquisa investigou todos os 5.570 municípios, tendo como informantes as prefeituras e seus setores.

COMPARTILHE