Morre empresário Waldemiro Agrizzi

Linhares – Faleceu nesta quarta-feira (4), por volta das19:50, aos 77 anos, Waldemiro Agrizzi. Ele estava há 19 dias internado no Hospital Rio Doce, e faleceu de causas naturais. O corpo do empresário está sendo velado na Capela Mortuária do Centro (Capela da Igrejinha Velha), que fica na Rua da Conceição. O sepultamento acontece por volta das15h00, no cemitério do centro.
Ele todos os dias era visto em seu escritório, nas instalações da Loja Rossevelt, um dos empreendimentos que mantém junto com o setor hoteleiro de Linhares. Waldemiro Agrizzi que nasceu em Patrão-Mor em Marilândia, localidade que ainda pertencia ao município de Colatina, veio para Linhares em 1966 e por aqui ficou para empreender bons negócios.
Filho de uma família de 14 irmãos dos quais sete já partiram, estudou no Seminário de Jaciguá em Vargem Alta e em Marilândia ocupou por nove anos consecutivos o cargo de diretor comercial da Cooperativa Agrária dos Cafeicultores.
Vereador por Colatina
Com carisma e prestígio logo foi alçado para a política onde se filiou na antiga Arena 1. Em 1967 se elegia como vereador na Câmara Municipal de Colatina, compondo o quadro de 17 parlamentares da época.
Relembrou em recente matéria do Diário de Notícias, episódios marcantes daquele período vivenciado dentro da ditadura militar, como a cassação do então prefeito Moacyr Brotas. Entre seus colegas de Câmara, Nahum Soeiro, Ailton Dalmásio, Gether Lopes de Farias, Pergentino Vasconcelos e Paulo Stefenoni.
Como não ficou na política, veio para Linhares onde se casou com Ormi Gaburro (inmemorian) tendo o casal dois filhos: Rosangela e Rossevelt. Adentrando a década de 70, empreendeu um negócio no ramo de serraria quando a madeira era ainda abundante na região.
Lojas em Linhares
Da serraria que pouco durou no bairro Araçá, em sociedade com o irmão Pedro Agrizzi, logo vendeu sua parte e em sociedade com Anacleto Arivabeni, criaram uma loja de variedades na avenida Nogueira da Gama Depois na década de 80, foi para a Comendador Rafael, até que finalmente em 1990 adquiriu a área onde hoje se encontra o Hotel Virginia loja Rossevelt. O hotel nasceu em 1997 e a loja a 15 de junho de 1970.
No ramo do setor hoteleiro, logo surgia outro empreendimento: o hotel Arezzu que logo alcançou grande sucesso, contando com cinco andares e cerca de 90 dependências confortáveis e modernas.

Recentemente, ele convidou os jornalistas Carlos Madureira e Vicente Mendes para um café da manhã, em um de seus empreendimentos: Hotel Arezzu. Seu legado de homem integro, rotariano, empreendedor e ser humano exemplar, certamente deverá ter continuidade nos dois filhos que deixou: Rosangela e Rossevelt. Sempre animado e mostrando vitalidade apesar de estar se recuperando de uma cirurgia, Waldemiro era visto sempre alegre e otimista. Todos os dias, fazia questão de tomar seu café entre hóspedes do Arezzu, discutindo temas atuais, inspirando empreendedores e demonstrando que com o trabalho tudo é possível, na busca pela prosperidade e sucesso.

Ele completaria 78 no próximo dia 30.

COMPARTILHE