Justiça afasta Rosinha guerreira por 180 dias

Justificando o farto material de provas contido no processo, o juiz aceitou o pedido para que a vereadora permaneça afastada das funções legislativas

Linhares – Por determinação do juiz Tiago Albani, a vereadora Rosa Ivânia Euzébio dos Santos ( PSDC), também conhecida como Rosinha Gerreira, ficará afastada das funções legislativas por 180 dias. Na decisão divulgada, o juiz acatou pedido do ministério público de indisponibilidade de bens da vereadora, observando os montantes indicados pelo MP, assim como o ressarcimento aos cofres públicos através de desconto em folha de pagamento de Rosinha Gerreira, num percentual de até 30 por cento.

Justificando o farto material de provas contido no processo, o juiz aceitou o pedido para que a vereadora permaneça afastada das funções legislativas até que seja encerrado o período de instrução.

Relembre os fatos
Na tarde do dia 27 de fevereiro, Rosinha foi presa, quando estava na Câmara Municipal da cidade, sob a acusação de Rachid. Em depoimento no MP, ela confessou que ficava com parte dos salários de funcionários que prestavam serviço em seu gabinete. Como justificativa, o advogado da vereadora, Cleyton Mendes, disse que ela tomava esta atitude para ajudar pessoas necessitadas.

A defesa da vereadora tem agora o prazo de 15 dias, contar da data da notificação, para apresentar manifestação sobre a decisão. A Câmara Municipal deve ser notificada desta decisão nas próximas horas.

COMPARTILHE