Nova regra para cheque especial a partir de 1º de julho

rasil – A partir de 1º de julho, começa a valer a nova regra para uso de cheque especial. A partir dessa data, os bancos serão obrigados a oferecer ao consumidor uma alternativa mais barata para parcelamento do saldo devedor. Além disso, o cliente também terá que receber um alerta quando “entrar” no cheque especial.

Segundo as novas regras da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), os clientes que utilizam mais de 15% do limite do cheque durante 30 dias consecutivos vão receber uma proposta do banco para, se quiser, mudar para uma linha de crédito mais barata. Esse contato será feito nos canais de relacionamento, e o consumidor decide se adere ou não à proposta. O banco terá que fazer uma nova oferta a cada 30 dias.

Pelas novas diretrizes o objetivo é estimular o uso adequado do limite concedido no cheque especial, que é uma modalidade de crédito rotativo, vinculado à conta-corrente, para ser usado em situações de emergência e de forma temporária. Com a nova regra, as instituições bancárias deverão mostrar o limite do cheque especial sempre à parte do saldo na conta.

COMPARTILHE