Conheça as indústrias que dão orgulho aos linharenses e entre elas a Lasa Agroindústria S/A

Linhares – Constituída em Linhares em 1974, por um grupo de empresários locais, a Lasa Agroindústria S/A tinha como atividade inicial a produção de açúcar. Em 1978, com a crise mundial dos preços do barril de petróleo, e a criação do programa Proálcool, do Governo Federal, os acionistas optaram pela produção do álcool carburante.

Adquirida em 1996 pelo Grupo JB com sede em Pernambuco, a Lasa produz atualmente álcool carburante hidratado utilizado em automóveis; álcool anidro usado como aditivo na gasolina, aguardente de cana, além de álcool neutro utilizado nas indústrias farmacêutica, cosmética e de bebidas. Na safra 2015/16 a Lasa colheu 640.000 toneladas de cana e produziu 40 milhões de litros de álcool.

Visionário, o Grupo JB criou em 2006 a Carbo Gás, e iniciou a produção de CO2 (Dióxido de Carbono) puro, grau alimentício, utilizando como matéria prima um subproduto da produção de álcool. O gás é utilizado em refrigerantes, cervejas e bebidas gaseificadas; tratamento de efluentes; extintores de incêndio; e, até aplicações medicinais. Hoje, a Carbo Gás de Linhares já produz 192 toneladas por dia de CO2 puro grau alimentício.

De maio a outubro, período de safra e moagem da cana, a empresa gera aproximadamente 1300 postos de trabalho. Já no período de entressafra, de novembro a março, emprega em média, 900 colaboradores no quadro fixo.

Investimentos

No ano passado ocorreu o lançamento do projeto de ampliação da usina termelétrica da Linhares Agroindustrial S/A (LASA). O investimento no projeto gira em torno de R$ 60 milhões, dos quais R$ 49 milhões serão financiados pelo Banco do Nordeste. A ampliação da usina irá gerar 200 empregos diretos na fase de implantação e outros 50 durante a operação.

Com o investimento, a unidade de geração, que atualmente produz energia para uso exclusivo da produção industrial, garantindo a autossuficiência da empresa durante o período da safra de cana-de-açúcar, passará por uma ampliação e aumentará sua potência instalada de 3,2 MW para 33 MW. A Central Termelétrica LASA é uma unidade de produção de energia que utiliza como combustível a biomassa (bagaço da cana, consorciado com aproveitamento da palha da cana) oriunda do processo de produção de etanol. A previsão é que as obras de ampliação fiquem prontas até o final de 2018.

A ampliação da usina termelétrica da LASA se dará em duas etapas. Na primeira, operando com a caldeira existente, está prevista a produção anual de aproximadamente 65 mil MWh até 2017. Na segunda etapa, com a instalação de uma nova caldeira, é esperada uma produção anual de cerca de 138 mil MWh, suficiente para abastecer uma cidade com 210 mil habitantes.

COMPARTILHE