Mascote do time do Uberaba é suspensa por dar chifrada em jogador adversário

Time ficará 90 dias sem seu amuleto

Minas Gerais – Acostumados a julgar atletas por atos de indisciplina, os juízes do Tribunal de Justiça Desportiva de Minas Gerais (TJD-MG) tiveram que encarar uma situação inusitada na noite de quarta-feira.

Macote do Uberaba SC, de Minas Gerais – Reprodução de internet

Eles suspenderam por 90 dias a mascote Boi Zebu, do Uberaba, por dar duas chifradas em um jogador do Guarani, em partida realizada no último dia 24, válida pelo Módulo 2 do Campeonato Mineiro.

O árbitro Marco Aurélio Ferreira viu a cena e expulsou João Vítor Santos Oliveira, que vestia a fantasia. “Antes do início da partida, expulsei do campo de jogo a mascote da equipe do Uberaba Sport Clube, o Sr. João Vítor Santos Oliveira, por desferir duas cabeçadas no atleta Élder Hermínio David”, relatou o árbitro na súmula.

COMPARTILHE