Pais entregam para a Polícia Civil, filho que assassinou jovem no bairro Interlagos

O suspeito do assassinato,Felipe Juvêncio da Silva confessou que matou Diogo de Morais Barcelos por causa de uma dívida de R$ 150

Pais levam à delegacia, o filho que assassinou jovem no bairro Interlagos

Linhares – Já foram concluídas as investigações de mais um homicídio em Linhares. E neste caso, foram os pais do suspeito que o entregaram a polícia civil. Eles se dirigiram até a sede da Delegacia Regional de Linhares e colocaram Felipe Juvêncio da Silva, vulgo “Boca Preta”, de 23 anos, a disposição da Justiça para que fosse responsabilizado pela morte de Diogo de Morais Barcelos, de 25 anos, morto com uma facada no peito no início da semana no bairro Interlagos.

Segundo o delegado André Jaretta, os pais concordaram que o melhor caminho para o filho seria a sua prisão. “Ele foi interrogado na frente de seus genitores e confessou a prática do homicídio. De acordo com ele, teria vendido um aparelho celular para a vítima pelo valor de R$ 150, mas ela estava “enrolando” para pagar”, contou o delegado. Boca Preta revelou em seu depoimento que quando ele foi cobrar a dívida a vítima simulou sacar um revólver, razão pela qual desferiu uma facada e fugiu. Apesar da versão do autor, Jaretta destacou que a Polícia Civil investiga se a dívida era relacionada ao tráfico de drogas.

Além de confessar o assassinato, várias testemunhas também apontaram Boca Preta como o autor do homicídio. “A Polícia Civil reforça o compromisso com a população linharense e se empenha para prestar um serviço de excelência ao cidadão”, finalizou o delegado. Ele foi encaminhado para a Penitenciária Regional de Linhares. Informações e fotos SitedeLinhares.

COMPARTILHE