Briga física na Band levou a 300 demitidos

No mês de dezembro passado, período em que normalmente já se sabe quem vai trabalhar e quem vai folgar no Natal e Ano Novo, o departamento de Jornalismo da Band ainda não tinha escalas definidas, justamente por não saber quem ainda estaria na emissora neste início de 2018. O impasse motivou uma discussão numa ilha de edição que virou briga e chegou à agressão física entre seus protagonistas, resultando na demissão de dois editores por justa causa.

Ainda no início de dezembro, o vice-presidente de Programação e Comercial, Diego Guebel, foi dispensado, eliminando, para o caixa da Band, não só o seu salário, como todos os gastos com helicóptero, hotel e avião implicados por seu contrato.

Não foi suficiente.

Consultada pelo TelePadi, a Band respondeu o seguinte, por meio de sua assessoria de comunicação:

“A Band está promovendo ajustes em suas operações. A reestruturação, que passa também pela reorganização do quadro de profissionais da emissora, é acima de tudo um redesenho de processos em busca de mais eficiência”. A emissora nega ainda que os cortes cheguem a 300 pessoas, mas não informa qual seria o número real.

COMPARTILHE