UPA do bairro Shell não sai do papel e transforma-se em ponto de drogas

Linhares – Quando Nozinho Correa era o prefeito do município de Linhares, cansou de ser cobrado para concluir uma obra que havia sido iniciada no mandato anterior e encontrava- se em estado de abandono. Trata- se do da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Shell.

A atual administração já foi iniciada e, passados 11 meses, a obra continua do mesmo jeito, desafiando a responsabilidade dos administradores públicos do município.

A UPA do bairro Shell, é apontada com unanimidade como uma obra fundamental para aliviar a pressão sobre o Hospital Geral de Linhares (HGL), já que o posto teria capacidade para atender 450 pessoas por dia.

As obras da UPA, que atualmente funciona como ponto de encontro para moradores de rua e usuários de droga, foram iniciadas em 2012, pelo então prefeito Guerino Zanon. A partir de então, o prédio inacabado se transformou em uma dor de cabeça para os moradores da região.

“É uma irresponsabilidade. Isso é dinheiro do povo jogado no lixo”, reagiu a aposentada rural Maria Freitas Lemos, de 71 anos, que reside nas imediações do prédio abandonado e que evita passar pelo local temendo uma abordagem criminosa.

E ao longo desses anos de transtorno e preocupação, o que não faltaram foram promessas não cumpridas. Em julho deste ano, por exemplo, a Prefeitura de Linhares afirmou que a licitação seria feita em 30 dias. O ano já está terminando, e nada aconteceu.

Além de o local ser frequentado por pessoas estranhas à comunidade, o prédio se transformou em um depósito de lixo.  “Até um animal morto já jogaram lá”, comentou uma moradora. A UPA do Shell foi projetada para oferecer serviços como atendimento médico, odontológico, pediátrico e de enfermagem.

Procurada, a Prefeitura de Linhares assegurou que até o final deste ano, será lançado o edital de licitação para as empresas interessadas em realizar a obra. Só resta esperar e torcer para que a nova promessa seja cumprida. As informações são do site radar capixaba.

COMPARTILHE