Chuvas elevam nível do Rio Doce em Linhares e Colatina

Apesar de no final do mês de setembro, o nível do Rio Doce chegar a zero, em Colatina e bem raso em Linhares, as últimas chuvas elevaram o índice nas duas cidades

Linhres – Com as chuvas que caíram nos últimos dias, o nível do Rio Doce, em Colatina, voltou a subir, o mesmo acontecendo em Linhares. Apesar de ter chegado a zero em Colatina, a situação apresentou melhora nesta quarta-feira (29) e a previsão é de que o nível suba ainda mais nesta quinta (30).

Quando o rio chegou ao nível zero, no final do mês de setembro, a situação de emergência foi reconhecida, inclusive, na esfera federal. Na medição realizada nesta quarta-feira (29), de acordo com a Prefeitura de Colatina, o rio está com 180 cm, vazão de 452 metros cúbicos e turbidez de 294 NTU.

Já a Defesa Civil de Colatina emitiu um alerta para os riscos em caso de alagamentos devido a intensificação das chuvas, que sempre ocorre nesta época do ano. O órgão em Linhares manifestou-se nas redes sociais e na imprensa local, destacando que está de prontidão, uma estrutura de homens e equipamentos.

Alguns dos cuidados a serem observados são: verificar se há rachaduras em paredes, tijolos, concreto, ou mesmo no chão; ficar atento a afundamento do solo e barulhos, como rangidos na estrutura da residência e a presença de água barrenta ou com mau cheiro perto dos imóveis que podem indicar a presença de vazamento de esgoto na região.

Além disso, a Defesa Civil também orienta a população a não jogar lixo nos cursos d’água e em vias públicas, pois ocasiona a obstrução da rede de drenagem e podem provocar inundações.

A população pode entrar em contato com a Defesa Civil pelo telefone (27) 99883-0305. O órgão está disponível 24 horas. De segunda a sexta-feira as pessoas também podem acionar uma equipe pelo número (27) 3723-4773.

Linhares

Em Linhares, na região Norte do Estado, a prefeitura informou que durante as medições realizadas no Rio Doce de quinta-feira (23) a terça-feira (28), o nível subiu 1,33 metro.

A Defesa Civil do município informou que não registrou nenhuma ocorrência de transtornos ou desalojamentos causados pelo aumento do nível do rio. No entanto, destacou que mantém um esquema especial de plantão e vistoria das áreas de risco de Linhares.

“Sendo constatado algum risco geológico ou estrutural, a pessoa deve entrar em contato imediatamente com a Defesa Civil para uma avaliação técnica do local. Estamos de prontidão para atender possíveis ocorrências, visando minimizar os impactos causados por essas condições meteorológicas adversas”, disse o coordenador municipal de Proteção da Defesa Civil de Linhares, Antônio Carlos dos Santos.

O atendimento da Defesa Civil é voltado, principalmente, para a retirada de famílias em situação de risco de morte devido à possível ocorrência de desastres ambientais, como deslizamento de barreiras, escorregamento de terra, entre outros.

A prefeitura informou que para evitar alagamentos durante as chuvas tem realizado a limpeza de bueiros e caixas ralo, além de fazer manutenção permanente das estações de bombeamento da cidade.

“Os trabalhos da Defesa Civil, em parceria com as secretarias municipais de Obras e Serviços Urbanos e do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), continuam, no sentido de evitar desastres e alagamentos caso o município seja atingido por um grande volume de água”, complementou Antonio Carlos.

A equipe da Defesa Civil de Linhares faz o atendimento de ocorrências 24 horas por meio do telefone (27) 99983-5661.

COMPARTILHE